sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Gato num apartamento vazio



Morrer não é coisa que se faça a um gato.
Que há-de um gato fazer
num apartamento vazio?
Subir às paredes?
Roçar-se nos móveis?
Aparentemente não mudou nada
e no entanto está tudo mudado.
Continua tudo no seu lugar
e no entanto está tudo fora do sítio.
E à noite a lâmpada já não está acesa.
Ouvem-se passos nas escadas,
mas não são os mesmos.
A mão que põe o peixe no prato
também já não é a que o punha.
Há aqui qualquer coisa que já não começa
à hora do costume,
qualquer coisa que não se passa
como deveria passar-se.
Havia aqui alguém que há muito estava e estava
e que de repente desapareceu
e agora insistentemente não está.
Procurou-se em todos os armários,
revistaram-se as estantes,
espreitou-se para debaixo do tapete.
Violou-se até a proibição
de desarrumar os papéis.
Que mais se pode fazer?
Dormir e esperar.
Quando regressar, ele vai ver,
ele vai ver quando chegar.
Vai ficar a saber
que isto não é coisa que se faça a um gato.
Caminhar-se-á em direcção a ele
como que contrariado,
devagarinho,
com patas amuadas.
E nada de saltos ou mios.
Pelo menos ao princípio.
 

Wislawa Szymborska (Kórnik, 2 de Julho de 1923 — Cracóvia, 1 de fevereiro de 2012)

Tradução do poeta Manuel António Pina

 

BOM FIM DE SEMANA !

beijinhos e festinhas

Fê & Moody

 

8 comentários:

  1. Lindo e um pouco triste! bjs tuuuuuudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  2. Belo, mesmo na solidão que sente o gato, com a ausência de seu dono.
    Que tenha um ótimo final de semana, Fê. Bjs.

    ResponderEliminar
  3. Tão singelo e, com certeza, isso não se faz a um gato...
    :(

    ResponderEliminar
  4. pois é....eles sentem e sabem tudo...

    gostei!

    beijinho
    :)

    ResponderEliminar
  5. Sentem como as pessoas sentem e andam em quatro patas.
    Bj

    ResponderEliminar
  6. Olá Fê,
    concordo, não é coisa que se faça, nem a um gato, nem a ninguém.
    Mas faz-se e pronto. Eu, como o gato, não entendo.
    bj amg

    ResponderEliminar
  7. Emocionante Fê, os sentimentos estão presentes em todos, nas plantas, nos animais e nos seres humanos, quando vem a sensação de perda.
    Abraços.
    Beijo

    ResponderEliminar
  8. Um gato num apartamento vazio? Coitadinho! Beijinhos

    ResponderEliminar

Obrigada por gostares de gatos :)
Todos os comentários são muito importantes para mim.
Ron-rons da Moody