sexta-feira, 10 de abril de 2015

Os gatos fazem bem à saúde.



Estudos científicos têm demonstrado que os gatos são mais do que bons amigos e animais de estimação. Eles são verdadeiros terapeutas e podem ser uma óptima opção para pessoas que sofrem de doenças, principalmente cardíacas.
Sabiam que possuir um gato pode reduzir o risco de ataque cardíaco?
Esta descoberta foi resultado de um estudo com cerca de 4.000 americanos por pesquisadores da Universidade de Minnesota. Depois de 10 anos de pesquisa, os donos de gatos apresentaram um risco de 30% a menos de sofrer ataque cardíaco, em comparação com aqueles que não possuem gato.
Num outro estudo recente, a Dra. Karen Allen, uma pesquisadora da Universidade Estadual de Nova York, descobriu que corretores com hipertensão que adoptaram um gato, tiveram menores leituras de pressão arterial em situações stressantes do que aqueles que não possuem o animal de estimação. 
No início do estudo, os corretores foram prescritos com o remédio anti-hipertensivo Lisinopril. Metade dos participantes foram seleccionados aleatoriamente para obter um cão ou gato como animal de estimação. Seis meses depois, Allen e seus colegas realizaram testes com os participantes para medir alterações na pressão arterial. Eles descobriram que a pressão arterial induzida pelo stress e continuou a subir nos corretores sem animais de estimação. 
Os corretores com animais também tiveram aumentos na pressão arterial, mas de apenas metade se comparado com o outro grupo.
Nessa pesquisa, que foi publicada no site da Univesidade de Buffalo e apresentada à Associação Americana do Coração, concluíram que os gatos controlam a pressão arterial melhor do que os medicamentos inibidores da enzima conversora da angiotensina (também chamados de inibidores da ECA), que ajudam a relaxar os vasos sanguíneos.
Sendo assim eles são, literalmente, mais eficazes na regulação dos níveis de pressão arterial do que a medicina moderna.
 
Cura Psicológica

Além de melhoria na saúde do coração, os gatos também auxiliam na produção de oxitocina no cérebro. Em um estudo publicado na revista Frontiers of Psychology, pesquisadores concluíram que os gatos, por causa do impacto que têm sobre os nossos níveis de oxitocina, são capazes de reduzir a agressão, aumentar a empatia, aprimorar a aprendizagem e produzir um aumento da confiabilidade em outras pessoas. 
A oxitocina é uma hormona produzida no hipotálamo, conhecida como hormona do amor. Quando isso acontece, os níveis de cortisol (hormona do stress) diminuem, promovendo uma sensação de bem estar físico e emocional, deixando corpo e mente em harmonia, fortalecendo o sistema imunológico, dentre outros benefícios.

O Ronronar dos Felinos

Alguns especialistas vão ainda mais longe e afirmam que o ronronar dos gatos pode curar graças às vibrações e sons graves que produz. De acordo com um artigo publicado na revista Scientific American, os gatos ronronam com um padrão consistente de frequência entre 25 e 150 hertz. Cientistas demonstraram que os felinos produzem o ronronar através de movimentos intermitentes da laringe e dos músculos do diafragma, e concluíram que as frequências de som nesse intervalo podem melhorar a densidade óssea e promover a cura de células. Os pesquisadores afirmam que, como o gato conserva energia através de longos períodos de descanso e sono, é possível que o ronronar seja um mecanismo que estimula músculos e ossos sem gastar muita energia. A resistência desses animais tem facilitado a noção de que possuem “sete vidas” e o ronrom pode fornecer uma base para essa mitologia felina.
Embora seja tentador afirmar que os felinos ronronam porque estão felizes, é mais plausível que o ronronar seja um meio de comunicação e uma fonte potencial de auto-cura. Esta descoberta pode fornecer ajuda para a medicina moderna, contribuindo para o tratamento de osteoporose e atrofia muscular.
Na mitologia egípcia, Bastet é uma divindade solar e deusa da fertilidade, além de protectora das mulheres.


Apesar das diversas pesquisas actuais, os dons do gato não eram segredo para os nossos ancestrais, principalmente para os antigos egípcios, que os tratavam como deuses. Eles eram adorados, sendo muitas vezes retratados em hieróglifos repletos de jóias. Além disso, naquela época matar um gato mesmo por acidente, era considerado um ato criminoso punível com a morte.
Os gatos podem não serem deuses, mas temos evidências suficientes com relação aos seus poderes de cura e podemos concluir que eles são verdadeiros terapeutas holísticos. Com estas novas descobertas, não existem dúvidas quanto à sua influência positiva na saúde dos seres humanos.
Não deixe de assistir o vídeo abaixo (em inglês), trata-se de uma experiência com os felinos e sua capacidade de nos transmitir momentos de alegria e serenidade sendo óptimos companheiros.



Terapia dos gatos: a prescrição para o stress!


BOM FIM DE SEMANA !

Beijinhos e Festinhas
Fê & Moody

8 comentários:

  1. Boa noite Fê .
    Eu desconhecia o beneficio de possui um animal de criação, ate Dalila entrar nas nossas vidas, eu cuido de uma irmã com esquizofrenia ela é uma benção de Deus,sei que ela me ama como eu a amo, mas ela não conseguia demostrar sentimentos, depois da chegada da cachorrinha , ela mudou passou a acariciar ela, a demostrar carinho por ela, foi realmente emocionante, depois de alguns meses ela teve uma melhora que nem os médicos consegue entender , passou a interagir conosco de uma forma melhor e mostrar sentimentos [ chamo forca do amor] hoje ela toma conta de lila, acorda com ela, brinca com ela, enfim ela teve uma evolução boa do seu quadro clinico que nenhum especialista tinha obtido. Uma postagem maravilhosa alertando o beneficio de ter um gato, ter um animal de criação. Amiga obrigada pela carinho , um maravilhoso final de semana.
    Um forte abraço.

    ResponderEliminar
  2. São de facto um grande benefício especialmente no que toca à sua propriedade calmante - sei por experiência própria.
    Mas há tanta gente que pensa que os gatos fazem mal à saúde das crianças! Enfim!

    Beijinhos e ronrons...

    ResponderEliminar
  3. Já gosto de gatos e agora mais ainda! Queria ter um gatinho, mas uma das minhas filhas não gosta!
    Adorei a postagem!
    Beijos
    Amara

    ResponderEliminar
  4. Fê,

    Não tinha conhecimento de todas essas informações, mas uma coisa eu já tinha certeza.
    Os gatos ajudam no tratamento de estresse e depressão. Experiência própria.
    E, depois de ler esse post, aprendi muito, e fiquei feliz em saber como eles nos fazem bem.
    O vídeo é muito bom. Deu vontade de brincar com eles. São fofos demais.
    Um lindo final de semana! Abraços

    ResponderEliminar
  5. Boa noite Fê!

    Tenho a minha Wicca comigo há 3 anos.É uma gatinha adotada que me foi oferecida pela minha filha. Tem uma doença crónica e deve ter sofrido maus tratos. Se no início era um pouco arisca agora é um doce. Já sabia dos
    muitos benefícios dos gatos, mas hoje soube de um que me deixou a pensar. Sou hipertensa [com alguns internamentos...tenho 80 anos!],diz o cardiologista que eu sofro de tensões emocionais. De facto as minhas tensões sobem a 20 e mais, sem razões aparentes. Perdoe-me esta conversa longa, mas é apenas para contar que na passada semana tive uma dessas crises. Não é que a minha Wicca esteve todo o dia deitada em cima de mim, e só me deixava para ir comer? No dia seguinte, estando eu já melhor, deu-me alta! É mimada demais, mas é uma princesa como lhe cama a veterinária.

    Bem haja,por esta partilha, gostei muito. Abraço amigo, tudo de bom para si.


    ResponderEliminar
  6. ...como lhe chama a veterinária...

    ResponderEliminar
  7. Eu tenho a sorte de estar rodeados por muitos animais desde pequeno ,adoro cada um com muito carinho ,muitos beijinhos no coração.

    ResponderEliminar

Obrigada por gostares de gatos :)
Todos os comentários são muito importantes para mim.
Ron-rons da Moody