sexta-feira, 7 de março de 2014

Os Gatos Podem Ser Guias?



Fotografia: Loran Smith, © Time Inc

Convido-vos a recuar algumas décadas no tempo e conhecer a fabulosa história do primeiro gato guia do mundo.
Em 1947, uma senhora invisual chamada Carolyn Swanson, foi destacada na revista LIFE com o seu animal de estimação muito especial: um gato chamado Bebé que a levava com segurança para todos os lugares onde ela precisava de ir. É o primeiro gato guia de que há registo no mundo.
O felino ajudava a dona a sair de casa, atravessar estradas e fazer a sua vida normal, tarefas bastante invulgares num gato e onde os cães são claramente os maiores especialistas. Mais em baixo deixamos algumas fotos da senhora Carolyn e o seu gato Bebé.

Gatos podem ser guias de invisuais?

A forma como os gatos vêem o mundo é bastante diferente da nossa. Os olhos dos gatos estão mais adaptados para ver na escuridão, onde são melhores do que nós, mas a visão diurna é claramente inferior – uma espécie de versão desfocada e algo descolorida daquilo que nós vemos.
O alcance é também diferente: nós conseguimos distinguir objetos até cerca de 180 metros à nossa frente, enquanto que a visão do gato não supera os 60 metros.
Além disso, os cães tem uma história evolutiva mais próxima dos seres humanos e são os animais que estão mais sintonizados connosco, compreendem-nos melhor que qualquer outro animal e podem ser treinados para realizar tarefas que os gatos não estão preparados para desempenhar: como guias de pessoas invisuais.
Portanto, a resposta à pergunta terá de ser: (geralmente) não.
Contudo e em situações esporádicas, os gatos parecem desempenhar com relativo sucesso a função de guia.

Existiram mais gatos guias?

Para além desta história da senhora Carolyn e o seu Bebé, têm aparecido ocasionalmente histórias semelhantes.

Gato guia Admiral K’reme
Fotografia: Robert Sollars

Robert Sollars, um consultor de seguros do Arizona, ficou cego em 2003 devido a retinopatia diabética e o seu gato, chamado Admiral K’reme, tornou-se imediatamente seu ajudante nas tarefas do dia a dia.
O gato guiava o dono pela casa, antecipando os seus movimentos e miando pelo caminho que Robert queria seguir. Robert chegou a contar ao HALO Pets que o gato estava inclusive atento ás suas idas ao WC durante a noite e não parava de miar enquanto ele não encontrasse o caminho de regresso ao quarto.
Existem também pelo menos duas histórias de gatos guias, não de humanos mas de cães invisuais. Em 2008 surgiu uma história, relatada no Animal Intelligence, sobre uma gata chamada Libby que guiava a sua amiga canina, chamada Cashew, evitando que fosse contra obstáculos e acompanhando-a até ao prato da comida. Só se separavam quando a Cashew ia passear à rua com os donos.
No Mundo dos Animais já publicaram um caso semelhante, do cão Terfel que perdeu a visão devido a cataratas, cuja vida mudou quando a sua dona adotou uma gatinha abandonada a que deu o nome de Pwditat. A pequena felina incentivou o amigo canino a sair de casa e começou a acompanhá-lo de perto das saídas para o jardim.
“Nunca tinha visto nada assim – a maioria dos gatos e dos cães odeiam-se. Mas a Pwditat parecia saber imediatamente que o Terfel é cego. Ela usa as patas para o guiar. Estão muito ligados um ao outro e agora até dormem juntos.” relatou na altura a dona dos dois animais, Judy Godfrey-Brown.
Mais surpreendente ainda – pelo menos eu não conhecia – é o uso de pequenos cavalos como guias. Pode ler mais sobre isto na página da The Guide Horse Foundation (em inglês), bem como esta história no blog Dama da Noite e por fim este vídeo no SAPO.


Voltando a 1947, aqui ficam algumas fotos da senhora Carolyn e o seu pequeno felino.




 source: Mundo dos Animais

Bom fim de semana !
Beijinhos e festinhas

Fê & Moody

6 comentários:

  1. Oi Fê! Menina,fiquei impressionada com esta história,acho que não conhecemos totalmente os gatos,eles sempre nos surpreendem!E viva os cats!Um beijo!

    ResponderEliminar
  2. Impressionante esta história! de qualquer maneira, só sei que os adoro.
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. impressionante, não fazia ideia de que podiam ser guias.
    que interessante!

    :)

    ResponderEliminar
  4. Uau desconhecia tal capacidade de guia. Boa história :)

    ResponderEliminar
  5. Desconhecia que os gatos também podem, como os cães, serem guias...

    Bons sonhos, linda

    ResponderEliminar
  6. Não sabia que algum dia um gato tenha servido de guia mas, no reino animal há histórias fantásticas. Beijinhos

    ResponderEliminar

Obrigada por gostares de gatos :)
Todos os comentários são muito importantes para mim.
Ron-rons da Moody