sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Gato persa: descendentes dos gatos turcos de angorá

o gato persa

O gato persa, descendente do gato angorá turco, tem sua origem localizada geograficamente na região da antiga Pérsia (atual Irã) y Ankara na Turquia. Daí o seu nome.

Os gatos persas atuais surgiram na Inglaterra no século XIX, resultantes do cruzamento de gato persa puros (da Pérsia), que foi introduzido na Europa através da Itália e do angorá branco turco. Desta forma, obteve-se um pelo sedoso, em cores. O persa tem evoluído mas godo e menos esbelto, com os olhos maiores, mais parecidos ao original de Irán.
Como sabemos hoje, é uma raça criada artificialmente, o resultado de uma cuidadosa selecção do século XIX. Foi neste século, quando as cópias começam a exportar para a Inglaterra e a França, que se tornou muito popular e de lá se espalhou para os Estados Unidos.
Há também os persas do Himalaia, eles se diferem dos persas no pelo. O himalaia tem todas as características de um persa, mas sua cor de pelo é semelhante ao do Siamês.
Os gatos persas são de natureza calma, conhecidos como tigres do sofá, porque eles gostam de dormir e descansar. Esta raça de gatos exige extremo cuidado e dedicação por parte dos proprietários.
Sua reprodução é difícil, o período de gestação é de cerca de 64 dias, e criam geralmente dois ou três gatos . Os gatinhos se separam da mãe aproximadamente aos 3 mêses.
Presumido por natureza, é a raça de gato com mais calma, serena e amorosa. De natureza amigável, se dá bem com humanos e outros animais.

retirado daqui

4 comentários:

  1. Toda a vida adorei gatos persas. Acho-os muito senhores do seu nariz e dotados de uma forte personalidade:)))))

    ResponderEliminar
  2. Adoro gatos. Mas o persa emana uma energia diferente. Neste momento tenho 2. Um descendente do primeiro que tive, e o segundo foi adotado a 3 meses. Estou prestes a ter outro. Amo-os de paixão. Dão trabalho e necessitam de muita dedicação e carinho. Em contrapartida, presenteiam-me com muito carinho, e muitas brincadeiras!

    ResponderEliminar
  3. Bom Sábado!
    saudações felinas.
    beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. Exige extremo cuidado e dedicação e quando não têm tornam-se agressivos. São lindíssimos mas, não sei bem porquê, não me atraem. Beleza a mais não me atrai. Acho que os ditos rafeiros são animais que se dedicam mais ao dono, mais meigos. Beijinhos

    ResponderEliminar

Obrigada por gostares de gatos :)
Todos os comentários são muito importantes para mim.
Ron-rons da Moody