segunda-feira, 3 de outubro de 2011

DIA MUNDIAL DO ANIMAL

Vou colocar aqui um post que é um apelo. Li-o no blogue  " Súrya Café" que me comoveu,  partilho-o convosco.
«Meus queridos leitores, hoje quero falar-vos ao coração, pois amanhã é um dia muito importante para mim: não só é o meu aniversário, como - mais importante -  é o Dia Mundial do Animal.
Eu sei que estamos em crise e que um animal é uma despesa pesada, mas tudo aquilo que os animais nos dão em troca - amor incondicional, companheirismo, gargalhadas - não tem preço.
Por isso peço-vos o mesmo que pedi aos restantes amigos e familiares: querem dar-me uma prenda? Adoptem. Façam voluntariado numa associação animal. Façam um donativo - em dinheiro ou em géneros - a uma das muitas e muito necessitadas de ajuda associações de defesa animal. Mas, acima de tudo, passem a palavra. Detesto ter de ler notícias como esta, partem-me o coração.
Eu tenho uma cachorra, a Boneca, que adoro, e acho que toda a gente deveria ter um animal na sua vida - eles trazem com eles tanta alegria, tanto amor, tanta energia positiva...
Por isso, meus caros, a prenda que quero este ano é esta: que cada um de vós faça amanhã qualquer coisa para ajudar um animal em necessidade. Se alguém puder adoptar um dos muitos que aguardam nos corredores da Morte (os canis), melhor ainda! E se pudessem cá voltar e dizer se me fizeram a vontade, eu agradecia. Adoro finais felizes e gostava mesmo que amanhã alguns animais tivessem um. Muito obrigada!»
Antes prefiro

4 comentários:

  1. lindoooo... que todos possam ser tocados pelo dia de hj e se lembrem d tudo d bom q nossos amados bichinhos nos fazem com amor e carinho!
    beijooooooooooossss

    ResponderEliminar
  2. Eu hoje tinha que visitar este teu blogue.
    Que lindo!

    beijo

    ResponderEliminar
  3. Muitos beijinhos, Fê!
    É a maior!
    Adoro-a.

    ResponderEliminar
  4. Fê lembrei-me de fazer um post na data mas, foi-me impossível. Eles merecem e sempre que tenho oportunidade, sempre, não só neste dia, dou o meu contributo para que eles tenham uma vida mais feliz. Eles estão sempre acima de mim. Esteja ou não cansada para eles estarei sempre disponível. Eles não falam, não sabem gritar, não sabem protestar mas eu consigo compreende-los pelos olhar. Ainda a semana passada ia a passar pelo canil e a Malhadinha olhou para mim, foi suficiente para eu saber que já não tinham comida. Compreendo-os melhor a eles que a muita gente. Beijinhos

    ResponderEliminar

Obrigada por gostares de gatos :)
Todos os comentários são muito importantes para mim.
Ron-rons da Moody