terça-feira, 23 de novembro de 2010

Acidentes com gatos geram alertas

Um dos tipos de acidente que esta semana chamou a atenção dos ingleses foi aquele que aconteceu envolvendo gatos e as suas latas de comida.
Segundo os órgãos de informação ingleses, esta semana, e só no País de Gales, aconteceu dois gatos ficarem com a cabeça entalada nas latas e necessitarem de assistência veterinária. Isto acontece porque, naturalmente, os donos dos animais retiram o alimento de dentro das latas e deitam os recipientes para a reciclagem. Nos casos descritos, depois de comerem a comida que lhes estava destinada, os gatos dirigiram-se ao local onde as latas ficaram depositadas e tentaram lamber o fundo desses recipientes, acabando por ficar com o focinho preso e tendo de ser levados a veterinários para serem retiradas essas mesmas latas.
Assim, o alerta vai no sentido de, quando se despeja uma lata de comida húmida, tapar ou deformar a lata, evitando e prevenindo, assim, este tipo de acidentes, que poderá acontecer não só com os seus próprios gatos, mas também com gatos de rua.
Segundo uma responsável pelo resgate de animais do País de Gales, se não fosse tão grave e não provocasse danos tão sérios nos animais, este tipo de situação até poderia ser engraçado, mas a verdade é que as lesões provocadas na cabeça de muitos animais acabam por ser fatais, pelo que o assunto deve ser visto com muita atenção e responsabilidade por parte dos donos de gatos.
Também esta semana foi notícia um gato que foi apanhado numa armadilha para raposas, perto de uma zona residencial em Lancashire.
Neste caso, Jake, um gato já com nove anos, saiu como é costume para a sua voltinha diária, e durante dois dias ninguém soube dele, apesar de o terem chamado insistentemente, dia e noite.
Desesperados, os donos decidiram procurar o seu gato, e depois de uma pequena busca em redor da sua casa encontraram-no preso numa armadilha, com uma das patas anteriores parcialmente decepada, pelo que em princípio terá mesmo de ser amputada.
Este tipo de armadilhas são proibidas nas ilhas britânicas há mais de cinquenta anos, desde 1958, mas a verdade é que muitos caçadores furtivos continuam a espalhá-las por todo o lado, mesmo em zonas residenciais, como aconteceu neste caso.
Existe também o hábito de colocar armadilhas em redor das casas para evitar o ataque de pequenos predadores, mas a verdade é que continua a ser proibida a sua utilização.
Agora, a polícia local procura o responsável pela largada da armadilha, para que seja julgado pelos danos causados ao gato Jake.
Em Inglaterra estas coisas são levadas a sério.

2 comentários:

  1. Oi Fê, oi Moody!
    A Su sempre amassa as tampas das latas para dentro delas, assim evita acidentes tanto para animais quanto para os coletores de lixo reciclável.
    A foto da postagem anterior está realmente encantadora...
    Lambidas saudosas.

    ResponderEliminar
  2. Concordo com a Serena, não são apenas os gatos que podem se machucar, os lixeiros e coletores de lixo reciclável também. Sempre amassei todas as latas que vão para o lixo.
    Beijos
    Laís

    ResponderEliminar

Obrigada por gostares de gatos :)
Todos os comentários são muito importantes para mim.
Ron-rons da Moody