terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Gato ao piano




Eu escrevo
ele descreve
piruetas
carvão e neve
E quando encontro a rima
Lá vem o danado
em cima do meu teclado
Insistiu tanto o bichano
que conseguiu o que queria:
ser minha própria poesia!

Luiza Aparecida Mendo

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por gostares de gatos :)
Todos os comentários são muito importantes para mim.
Ron-rons da Moody