sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Ser gato.


Gente complicada é um saco de gatos!
Mas o maior saco é ser gato!
Principalmente sem raça.
Dizem que gato dá azar,
mas o grande azar é ser gato!
 De dia a "gente" se esconde
da paulada, da pedrada, do atropelamento,
do "pega pra capá",
do balde d'água, da vassoura
e até de um outro gato
que corre pro nosso lado
fugindo das mesmas coisas!
À noite , como diz o provérbio,
"Todos os gatos são pardos".
Então, a "gente" se arrisca
e põe a cara pra fora:
às vezes viramos presunto
quando não viramos churrasco!
De fato nós temos um jeito
até muito humano de ser.
E que culpa temos disso?
Malícia, desconfiança,
muita personalidade,
atracção pelo conforto,
preguiça, instabilidade de humor,
muito afecto reprimido pelo medo
e muita vontade de sermos amados.
Se eu fosse gente,
eu adoptaria um gato.
E como gato,
eu adoraria "adoptar" alguém!
Mas, infelizmente,
muitos pensam
que gato é um saco.
MAS SACO MESMO É SER GATO !!
Silvia Schmidt
       

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por gostares de gatos :)
Todos os comentários são muito importantes para mim.
Ron-rons da Moody